Blog Archives

Erramos…

“[…]some kernel people tend to dismiss Ubuntu, but I really think that Ubuntu has generally had the right approach, and been very user-centric” – Linus Torvalds

“[…]algumas pessoas que trabalham com Kernel tendem a desmerecer o Ubuntu, mas eu acho que o Ubuntu tem a abordagem certa e centrada no usuário”.

No post “Resposta aos Trolls do Linux”, alguns dias atrás, fiz referência à “Canonical de Linus Torvalds”.

Venho porém desculpar-me com os amigos e leitores e reiterar que Linus Torvalds nada tem a ver com a Canonical, empresa liderada por Mark Shuttleworth, o criador do Ubuntu!

ubuntu-linux-for-human-beings

Linus Torvalds, pessoa importantíssima para o mundo do software livre e dono da citação à qual inicio este post é, nada mais nada menos, que o próprio criador do LINUX!

Um abraço e até o próximo post, onde voltarei com alguma novidade da nova versão do Ubuntu, que ainda está em fase Beta, mas que já estou usando em ambiente de produção justamente para conhecer mais a fundo e passar aqui as minhas opiniões. E também ajudar os desenvolvedores relatando os bugs encontrados.

Ricardo Luiz
Editor e redator deste blog
Ubuntu Bugsquad Member
 ubuntu-user

 

Resposta aos “Trolls” do Software Livre.

 

Quero agradecer aos amigos que vêm agregando presença aqui em minha página, e aproveitar para dar minha resposta a blogs como o do SoftwareLivre Brasil, que vêm tachando o Ubuntu como INIMIGO PÚBLICO NÚMERO UM do software livre. Olha um trecho do que esse infame postou:

“Ubuntu e liberdade

Os usuários de Ubuntu que comentam no BR-Linux associam, erroneamente, a ideia de software livre com a liberdade de se usar o que a pessoa bem entender, o que pode ser visto como outro sintoma da “ubuntuzação” do software livre. Cabe relembrar, então, que em meados dos anos 80, a Free Software Foundation definiu um conjunto de quatro liberdades as quais todo software deveria obedecer a fim de ser considerado livre:

A liberdade de executar o programa, para qualquer propósito (liberdade 0).
A liberdade de estudar como o programa funciona, e adaptá-lo às suas necessidades (liberdade 1). Para tanto, acesso ao código-fonte é um pré-requisito.
A liberdade de redistribuir cópias de modo que você possa ajudar ao próximo (liberdade 2).
A liberdade de distribuir cópias de suas versões modificadas a outros (liberdade 3). Desta forma, você pode dar a toda comunidade a chance de beneficiar de suas mudanças. Para tanto, acesso ao código-fonte é um pré-requisito…”

Por aí vai… Mas minha resposta é que, se usuários linux são a minoria, usuários linux DESENVOLVEDORES, com conhecimento em compilação de pacotes e programação são minoria ABSOLUTA!!! Quem rompeu barreiras nesse universo atraindo inclusive gente que ODIAVA LINUX como os gamers (pq nenhum jogo decente rodava em linux) foi a CANONICAL de MARK SHUTTLEWORTH SIM SENHOR!!! É ISSO o que espera o usuário final de um sistema operacional. Poder usar de forma rápida e descomplicada seu computador ou notebook. Poder installar o Steam e jogar CS como fazem os WinUsers e MacUsers. E ainda assim, para aqueles que conhecem e gostam de modificar as versões, o código-fonte NUNCA esteve fechado! Existem “partes” no código, de recursos disponibilizado por empresas proprietárias (como NVídia e outras) que tem suas patentes. A Canonical tem suas patentes… Mas ninguém nunca foi impedido de criar suas versões e sabores baseados em Ubuntu. Vide o projeto Elementary OS, uma distribuição totalmente nova e melhorada para aqueles que não gostam do ambiente Unity do Ubuntu, mas que é TODA baseada em UBUNTU!!! Se a Canonical vai reconhecer ou apoiar ou não o projeto são outros quinhentos, pois ela é uma empresa, e empresa meus caros trolls, ou lucram ou morrem.
Façamos assim: – Vocês apoiam então o software livre, o código livre, TUDO DE GRAÇA??? Me manda um DELL última geração + Sedex pago e teu “SOFTWARE TOTALMENTE LIVRE” que jogo meus materiais do Ubuntu no lixo e começo a usar somente suas distros! Combinado??? Não, néh…

Então amigos do “software livre” (livre pra quem???), cada vez que postam coisas como essas, mais me convenço que estão levando o linux a uma ELITIZAÇÃO SEM PRECEDENTES, do tipo: “- Não conhece sistemas? Sai fora. Linux não é teu lugar.”
Ah, PELO AMOR DE DEUS!!!!
Abraços, e levemos as ferramentas E SOLUÇÕES do Software Livre a TODOS!

 

Ricardo Luiz
Editor deste blog.